** Esta campanha está encerrada. Para colaborar com a Revista AzMina, acesse: http://benfeitoria.com/azmina **

É só bater o olho em uma banca de jornal pra perceber que as revistas femininas que estão por aí não são feitas para mulheres reais. Elas fazem a gente se sentir feia, ruim de cama e presa no corpo errado. Não falam sobre política, ativismo e não fazem jornalismo investigativo. As revistas femininas que dominam o mercado conversa com as mulheres como se fôssemos todas iguais, e como se entre nós não houvesse lésbicas, negras, transexuais. Mas nós estamos cansadas do velho cama, mesa e banho, e por isso criamos a AzMina, uma revista para mulheres de A a Z.

Nela, há espaço para todos os tipos de beleza, rostos e formas. Nossos ensaios de moda mostram corpos reais e sem Photoshop, e trazem sugestões de looks que cabem no bolso. AzMina também investe em reportagens profundas, independentes, responsáveis, sem rabo preso com anunciantes. A revista respeita o seu direito de amar do seu jeito e transar com quem quiser. Somos inclusivas e não ignoramos que existem mulheres LGBT que também merecem atenção do jornalismo. Nós queremos conversar com a mulher diversa e mutante que você é, sem ficar te dizendo o que fazer. E a gente faz tudo isso DE GRAÇA em formato digital, acessível via smartphone, tablet ou computador.

Somos uma equipe apaixonada por este projeto e determinada a usar o jornalismo para avançar na luta por igualdade de gênero. Mas pra que a revista seja realmente livre e possa falar bem e mal de quer quer que seja, a gente precisa te pedir uma ajudinha. Nossa independência editorial depende de você! Coloque uma moeda no nosso cofrinho e prometemos cuidar dela com muita responsabilidade, transparência e carinho.

Conheça a revista aqui: http://azmina.com.br/